23.3.06

manhã

ao acordar, b. teve um pressentimento: «hoje vou morrer». só depois, muito depois, lhe explicaram que nem sequer tinha acordado.