2.8.05

pensamento mágico

nas suas deambulações pelas ruas de lisboa, v. faz questão de só pisar as pedras negras da calçada à portuguesa. há uns anos, quando por distracção pousou um pé numa das pedras brancas, ouviu minutos mais tarde que estava um petroleiro a afundar-se na costa da malásia (e ela prefere não correr riscos).