17.8.05

parábola do poeta caído em desgraça

aguardava em vão o primeiro verso, «oferecido pelos deuses», ignorando que os deuses também podem ser cínicos e avaros.