13.8.05

oito versos de t. s. eliot

«na praia, um ramo retorcido
liso, polido e desgastado
como se o mundo divulgasse
o segredo do seu esqueleto,
hirto e branco.
mola partida num pátio de fábrica,
ferrugem colada à forma que a força deixou
enrolada e tensa e quase a rebentar.»

(in prufrock e outras observações, trad. joão almeida flor, assírio & alvim)