22.8.05

histórias da imigração eslava (4)

para ele e para os outros doze compatriotas, o contentor onde dormem ― sórdido, miserável, desumano ― é apenas um contentor.
para o sub-empreiteiro português ― fio de ouro grosso, telemóvel na bolsinha do cinto, mercedes com matrícula começada por k ― é um «condomínio de luxo».