6.8.05

dois versos de francisco brines

«o tempo é mau ladrão: somente rouba ao homem
seus territórios de infeliz mendigo.»

(in a última costa, trad. josé bento, assírio & alvim)