27.6.05

literatura de viagem

no metro ninguém lê bruce chatwin, mas há quem folheie os catálogos da agência abreu.